De acordo com a teoria, uma mulher chamada Tapputi foi a primeira perfumista  que criou o primeiro perfume com mirra, óleos e flores na Mesopotâmia da Babilônia.

Os egípcios acreditavam que a fragrância era o suor do sol, portanto considerado sagrado. Tinham até um Deus do perfume, chamado Nefertum.

Já os persas, usavam perfume como status político. Tanto que os Reis levavam seus frascos quando iriam fazer seus retratos.

O perfume chegou em Paris em 1190, e logo se espalhou rapidamente pelo mundo se tornando comercializado na indústria até hoje.

O primeiro perfume feito para a Rainha Elizabeth da Hungria ficou conhecido em toda a Europa como Água Húngara. A fragrância foi composta principalmente por ingredientes naturais.

E para finalizar, podemos citar Âmbar-cinzento natural, como o ingrediente de perfume mais caro do mundos. Uma vez que são também os mais raros e extremamente difíceis de obter ou altamente regulados.